Archive for janeiro \26\UTC 2010

Tyson

26 de janeiro de 2010

Em TYSON James Toback mistura  entrevistas originais, filmagens e fotografias de arquivo. O filme cobre desde as primeiras memórias de Tyson sobre sua infância nas ruas  do Brooklyn ate a sua entrada no boxe. Estreia prevista no dia 29 de janeiro.

kl jay, o mestre

26 de janeiro de 2010

foto ruim pra caramba tirada do celular, mas tá valendo

 domingo (24) foi a vez de ver o mestre kl jay, que só tinha visto tocar nos shows do racionais e na quinta do sintonia.. mas lá a pick up fica  atrás de um vidro.  No sarajevo é tipo um palquinho e dá pra olhar  ele bem direitinho. ele tem uma habilidade inquestionável para manusear os lp´s, e ele canta tudo, dança, curte, sorri, fica balbuciando a letra. é a coisa mais linda de se ver. fora a felicidade de quem assiste, o sorriso bobo que não sai da cara e o corpo que responde  a tudo que ele risca.

Racionais Mc´s na Sesc TV – show gravado em Sto André

25 de janeiro de 2010

É hj! pelo menos um presente que presta no aniversário da cidade.

Emicida no Sarajevo

23 de janeiro de 2010

Domingo (24) com discotecagem do Kl Jay. Tá bom pra vc?

Sarajevo Club

emicida

emicida

Céu no SESC

23 de janeiro de 2010

Minha entrevista com a  Céu no site da Urban Jungle sobre a produção do Vagarosa

top skinny model

23 de janeiro de 2010

Fiz uma capa intitulada vida de modelo. A ‘mãe’ das garotas da agência pediu pra eu não publicar  “tudo”  e como não era uma matéria denúncia, tudo bem. O pouco que escrevi sobre o cotidiano das meninas já serviu para deixar a agência bem irritada.

Moradoras de um apartamento na nove de julho, as meninas dormem em quartos enfeitados como quarto de crianças, que são. A mais  vendável delas é tratada melhor que as outras pela agência. Não é só o cardápio das meninas que é controlado, a vida particular também, namoros inclusive. Imagina só se um garoto convida a namorada pra ir ao Mcdonalds, não pode! Pipoca no cinema? Proibido! Presenciei uma das garotas comprar chocolate e esconder da ‘’mãe’’. No almoço, um peito de frango bem pequeno, um colher de arroz, poucas folhas de alface e suco diet. Pelo menos, elas comiam. Mas mesmo assim, viviam umas ilusões bobas e diziam: ‘’quando volto pra minha cidade sou tratada como estrela. Lá não tem nem farol.’’ Elas voltam pra casa com  novas informações e fascinam o povoado. ‘Lá eu caçava jacaré’’, me disse uma que morava no norte do país antes de vir pra SP.  Aqui, ela aprende que tal pó a deixa com a pele escura e ela quer a pele cada vez mais clara.

Na quinta-feira (21) conheci uma menina linda, 18 anos, que desistiu da carreira. Ela tem 1,66 e pesa 43 naturalmente. É magra mesmo. Mas no teste da agência, no dia com 39 quilos, foi chamada de baixinha e gorda. Ela me disse que entendeu o baixinha mas achou o gorda ridículo. Agora, ela vai ser atriz. Melhor pra ela.  Eu disse que ela podia ter feito o teste pra fazer o papel da Laura Neiva em À Deriva. Ela disse: ela fez curso comigo” e abriu um sorrisão. Incentivei a menina o máximo que pude e fiquei feliz em conhecê-la. Adoro gente.

Moda tem que parar de sacrificar modelos
Por ALCINO LEITE NETO EDITOR DE MODA  e VIVIAN WHITEMAN DA REPORTAGEM LOCAL

A linha

20 de janeiro de 2010

Esses dias tava pensando em linha, de costura….. linhas que costuram roupas. Não é incrível que  esse fio tão frágil seja parte principal da estrutura de roupas tão lindas.   As vezes penso se levo jeito pra coisa….

ah, o amor

20 de janeiro de 2010

clica que aumenta

A não volta do Planet Hemp

9 de janeiro de 2010

Apesar da conversa no twitter entre o Marcelo d2 e o Zegon sobre uma possível volta do Planet Hemp e da entrevsita do DJ na RS Brasil dizendo que uma futura volta não seria planejada e sim feita na base do  ‘vamos nessa, pá’,  eu não acredito.  O Black Alien é muito amigo do Zegon e tal, mas tá fazendo o som dele, o B-Negão tdesenvolve seu trabalho com o Seletores de Frequência e com o batidão/Miami bass  do Turbo Trio. O Zé Gonzales nem se fala. O cara viaja o mundo inteiro é um dos DJs mais queridos por ai e tem o projeto NASA. O Ganjaman é um puta produtor e vai arrebentar com o lançamento póstumo do CD do Sabotage. Tô esperando muito por isso. Já o D2….  tinha muito do som dele no Planet mas acho que ele perdeu a marginalidade. Na época do auge dos shows do Planet Hemp, a polícia revistava o cabelo da molecada na fila dos shows pra ver se achava alguma coisa… era muito louco, os caras iam presos, faziam apologia,  bem cypress hill mesmo! Muito louco.  Sei lá… sei lá… é esperar pra ver.

planet

Sabotage

Fevereiro? Tem carnaval e eternas marchinhas

8 de janeiro de 2010

Lamartine Babo é o rei do hinos de futebol. Quase todos os hinos cariocas foram escritos por ele. Mas há pelo menos uma musica de Babo que  eu não engulo. O teu cabelo não nega de 1932. A letra  foi cantada em uma época em que o preconceito era tamanho que passava como ‘normal’.

O teu cabelo não nega mulata
Porque és mulata na cor
Mas como a cor não pega mulata
Mulata eu quero seu amor

Mulata: Palavra de origem espanhola, feminina de “mulato”, “mulo” (animal íbrido, resultado do cruzamento de cavalo com jumenta ou jumento com égua). As palavras “mulato” e “mulata” foram usadas de forma pejorativa para os filhos mestiços das escravas que coabitaram com os seus senhores brancos e deles tiveram filhos.

”Mulheres assumem a sua exploração usando termo ‘mulata’ como profissão. É mal…”

Até a minha musa maior Elza Soares canta uma letrinha bem ordinária em Mulata Assanhada de Ataulfo Alves:

Ai, meu Deus, que bom seria
Se voltasse a escravidão
Eu pegava a escurinha
Prendia no meu coração
E depois a pretoria
É quem resolvia a questão

Outra perola do cancioneiro popular é Tem que rebolar de Ciro Monteiro

- Moreninha linda, moreninha boa,
Quer se casar comigo, ser minha patroa?
– Sai fora, mulato, vê lá se me passo,
Me casar contigo é coisa que que não faço
Eu tenho a grana e a minha cor não pega
- Somente a sua grana pode interessar
– Mas pra botar a mão na minha grana
Você tem que rebolar, rebolar, rebolar

E pra encerrar: Na Subida do Morro de 1952 de Moreira da Silva e Ribeiro da Cunha

Na subida do morro me contaram
Que você bateu na minha nêga
Isso não é direito
Bater numa mulher
Que não é sua

( oi? Maria da Penha!)

Pra vingar  A carne de Seu Jorge, Marcelo Yuca E Wilson Capellette  ( e ou qq uma dos Racionais Mc´s)

 A carne mais barata do mercado é a carne negra

que vai de graça pro presídio
e para debaixo de plástico
que vai de graça pro subemprego
e pros hospitais psiquiátricos

A carne mais barata do mercado é a carne negra

que fez e faz história
segurando esse país no braço
o cabra aqui não se sente revoltado
porque o revólver já está engatilhado
e o vingador é lento
mas muito bem intencionado
e esse país
vai deixando todo mundo preto
e o cabelo esticado

mas mesmo assim
ainda guardo o direito
de algum antepassado da cor
brigar sutilmente por respeito
brigar bravamente por respeito
brigar por jusitça e por respeito
de algum antepassado da cor
brigar, brigar, brigar

A carne mais barata do mercado é a carne negra

E Negro é lindo de Jorge Ben

Negro é amigo
Negro também é
Filho de Deus
Eu só quero que
Deus me ajude
A ver meu filho
Nascer e crescer
E ser um campeão
Sem prejudicar
Ninguém porque
Negro é lindo
Negro é amor
Negro é amigo
Negro também é
Filho de Deus
Negro também é
Filho Deus
Preto velho tem
Tanta canjira
Que todo o povo
De Angola
Que todo o povo
De Angola
Mandou preto velho
Chamar eu quero ver
Preto velho dizer
Eu quero ver preto
Velho cantar e dizer
Negro é lindo


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.